segunda-feira, 22 de junho de 2015

Jasmim




Mulher,
Não consigo imaginar você longe de mim.
Nem um metro a mais distante que seja,
Sem o teu aroma adocicado de Jasmim,
Vestirei um hábito e me confinarei numa igreja.

Mulher,
Tu és a razão do meu viver.
A pureza da ardente paixão.
Facilmente consigo perder,
Até as batidas de meu coração.

Mulher,
Tu és como música erudita.
Com as mais belas frases escritas.

É mulher...
Me deixas maravilhado entre colcheias e fusas,
Não sabes o prazer que sinto quando você me usa.

Mulher,
Não posso lamentar e por amor morrer.
Ao samba irei para cantar nossa canção.
Levar meus versos em homenagem a você,
Tão lindos quanto a mais bela oração.

terça-feira, 16 de junho de 2015

É serio!





A você não vou mais mentir.
Não tenho mais palavras para lhe conquistar.
Se, para ti, apenas eu puder sorrir,
De amor e alegria, irás se fartar.

À noite quero te afagar.
Com você enlouquecer.
Os teus lábios adoçar.
E em teu seio amanhecer.

Não doeu, nem sangrou.
Mas parti meu coração em dois.
Um pedaço, com a saudade ficou,
O outro... Te conto depois.